A Fundação Skolkovo: Promoção da inovação e do empreendedorismo na Federação da Rússia

Setembro de 2020

Igor Drozdov, Presidente da Fundação Skolkovo, Moscou, Federação da Rússia

Este ano marca o décimo aniversário da criação do Centro de Inovação de Skolkovo, uma iniciativa histórica destinada a criar um ecossistema de inovação sustentável e fomentar a cultura de empreendedorismo para apoiar o desenvolvimento e a comercialização de tecnologias avançadas na Federação da Rússia e para além desta.

Sob a supervisão da Fundação Skolkovo, também criada em 2010, a área de inovação de alta tecnologia em Skolkovo tornou-se o principal centro de inovação do país. Seu ecossistema de inovação totalmente integrado e dinâmico comporta uma ampla gama de instalações e serviços para apoiar a inovação e o empreendedorismo nas áreas de tecnologia da informação, biomedicina, energia, tecnologias nucleares e tecnologias espaciais.

Agora em seu décimo ano, o Centro de Inovação de Skolkovo, construído propositadamente, tornou-se o principal centro de inovação na Federação da Rússia. (Foto: Cortesia de Vitaly Shustikov, Fundação Skolkovo)

O maior parque tecnológico da Europa pronto para ser expandido

O parque tecnológico de Skolkovo é o maior da Europa. Cobrindo uma área de cerca de 100.000 metros quadrados, oferece às empresas residentes um moderno espaço de escritórios, incluindo instalações de trabalho compartilhado, bem como laboratórios equipados para prototipagem rápida e testes de novos desenvolvimentos tecnológicos.

Em pouco mais de um ano após sua construção, o parque tecnológico estava repleto de startups. Atualmente, abriga mais de 400 empresas que operam em uma ampla gama de setores tecnológicos, indo desde viagens espaciais privadas até agricultura de precisão e medicina digital.

(Foto: Cortesia de Vitaly Shustikov)

Em resposta à demanda, os planos são de expandir a área do parque tecnológico, devendo o espaço dedicado às startups praticamente dobrar dentro de cinco anos. É importante ressaltar que as empresas que desejarem utilizar as instalações de Skolkovo não são obrigadas a estar fisicamente localizadas dentro dos limites do parque tecnológico. As equipes de pesquisa simplesmente precisam apresentar uma solicitação e um esboço de seu projeto de pesquisa, através do site de Skolkovo. Uma vez que o projeto tenha sido aprovado por um painel de especialistas independentes com conhecimentos especializados na área de trabalho em questão, os membros dessas equipes obterão a condição de residentes de Skolkovo. Desta forma, as equipes internacionais dispostas a trabalhar na Federação da Rússia e a criar uma empresa regida pela legislação russa podem requerer residência no Centro de Inovação de Skolkovo.

Todos os dias, a Fundação Skolkovo recebe cerca de dez pedidos de residência. Embora nem todos consigam ser aprovados no processo de exame dos pedidos, uma média de 500 novos residentes são integrados ao Centro de Inovação de Skolkovo todos os anos. Atualmente, cerca de 2.500 empresas, incluindo subsidiárias de empresas estrangeiras localizadas em praticamente todas as regiões do país, possuem status de residência em Skolkovo.

Os residentes do Parque Tecnológico de Skolkovo desfrutam de benefícios significativos, tanto em termos de ganhos como de crescimento empresarial. Em 2019, por exemplo, os ganhos totais dos residentes do Parque Tecnológico de Skolkovo ultrapassaram US$ 1,5 bilhões, representando um aumento de mais de 40 por cento em relação ao ano anterior.

A tecnologia médica está em expansão

O Centro de Inovação de Skolkovo, um ecossistema
de inovação totalmente integrado, compreende uma
ampla gama de instalações e serviços para apoiar
a inovação e o empreendedorismo nas áreas de
tecnologia da informação, biomedicina, energia,
tecnologias nucleares e tecnologias espaciais.
(Foto: Cortesia de Vitaly Shustikov)

Muitas empresas com status de residência em Skolkovo tornaram-se líderes globais em seu campo de tecnologia. A biotecnologia médica, uma área de atividade particularmente dinâmica, continua a testemunhar a maior demanda por direitos de patente. O valor de uma patente para uma molécula pode chegar a dezenas de milhões de dólares. Em 2019, mais de 100 das patentes concedidas por escritórios de PI fora da Federação da Rússia – mais da metade de todos os pedidos de patente – foram outorgadas a residentes de Skolkovo para soluções de tecnologia médica.

Exemplos de empresas inovadoras de tecnologia médica incluem a Hepatera, que desenvolveu o primeiro medicamento do mundo para tratar a hepatite D, uma doença para a qual não havia, até então, nenhum tratamento. O medicamento da empresa, Myrcludex, foi registrado na Federação da Rússia no final de 2019 e na União Europeia em 2020, tendo sido designado como “terapia inovadora” pela Food and Drug Administration dos Estados Unidos (USFDA).

Da mesma forma, a empresa de biotecnologia Viriom desenvolveu um medicamento para tratar pacientes com o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Este medicamento foi registrado na Rússia em 2017. A empresa está atualmente trabalhando na melhoria da fórmula do medicamento, com o objetivo de reduzir a frequência de dosagem.  Uma nova versão deste fármaco deverá estar disponível em 2022.

Especialização em outras tecnologias avançadas

As startups de Skolkovo também prosperam em outras esferas da tecnologia. Podemos citar o exemplo da CRT Innovations, um dos principais desenvolvedores mundiais de sistemas inovadores de tecnologia de síntese de fala e reconhecimento. As tecnologias da empresa são utilizadas em 75 países. Sob contrato com o governo mexicano, a CRT-Innovations criou o primeiro sistema nacional de identificação de voz no mundo.

Por outro lado, especialistas em comunicações quânticas da empresa T8 estão desenvolvendo equipamentos de telecomunicações para redes de comunicações ópticas. Em termos de características econômicas e técnicas, a T8 rivaliza com líderes globais como a Huawei e a Nokia. A participação da empresa no mercado russo é atualmente de cerca de 20%.

Cerca de 2.500 empresas atualmente possuem o status de residência em Skolkovo. Em 2019, o lucro total dos residentes de Skolkovo excedeu 1,5 bilhão de dólares, representando um aumento anual de mais de 40%. (Foto: Cortesia de Vitaly Shustikov, Fundação Skolkovo)

Na área da tecnologia espacial, a Sputnix é a primeira empresa privada russa a colocar um microssatélite em órbita e tem planos para lançar sete microssatélites em 2020, inclusive em nome de empresas da Tunísia e da Arábia Saudita.

E na área de manufatura aditiva, a AMT é líder mundial em impressão 3D para construção. Uma impressora desenvolvida pela empresa criou o maior edifício residencial em 3-D impresso da Europa, utilizando essa tecnologia: uma casa totalmente desenvolvida na cidade russa de Yaroslavl.

Estes são apenas alguns exemplos da longa lista de conquistas inovadoras de startups emergentes de Skolkovo. Cerca de 250 deles já entraram nos mercados estrangeiros.

Skolkovo avança na construção de uma cultura de propriedade intelectual (PI)

Como regra geral, a proteção de patentes é fundamental para atrair investidores, impulsionar as vendas e permitir o crescimento das atividades empresariais quando uma empresa entra em um novo mercado, seja no seu país ou num país estrangeiro.

Infelizmente, porém, as empresas russas têm algum caminho a percorrer em termos de proteção de patentes em mercados para além da Federação da Rússia. Os dados de 2019 mostram que os candidatos da Federação da Rússia depositaram apenas 1.102 pedidos internacionais ao abrigo do Tratado de Cooperação em Matéria de Patentes (PCT), administrado pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI). Destes, 159 pedidos internacionais (14,5 por cento) foram apresentados por empresas ligadas ao ecossistema de Skolkovo. Em 2019, as startups de Skolkovo receberam 205 patentes estrangeiras, das quais 35% foram concedidas por escritórios de patentes em países da Europa Ocidental e nos Estados Unidos. É um ótimo resultado!

Muitas das tecnologias desenvolvidas pelas startups Skolkovo já entraram em produção em massa e são líderes de mercado na Rússia.

Cooperação com parceiros industriais

Em geral, a cooperação com os principais parceiros industriais é um fator importante para o sucesso de uma startup. É por isso que a Fundação Skolkovo facilita os vínculos entre as startups Skolkovo e as grandes empresas, com vista a possibilitar às startups a ampliação de suas tecnologias nessas empresas. É uma área importante do nosso trabalho, pois é a única forma, em termos práticos, de que as tecnologias de startups possam ter um impacto substancial na economia e na vida quotidiana.

Desde o início, o Instituto de Ciência e Tecnologia de Skolko (Skoltech) reuniu educação, ciência e atividades empresariais num mesmo âmbito. O Skoltech abriga mais de 20 centros científicos e laboratórios. (Foto: Cortesia de Vitaly Shustikov, Fundação Skolkovo)

Muitas das tecnologias desenvolvidas pelas startups de Skolkovo já começaram a produzir em massa, tendo-se tornado líderes de mercado na Rússia, em particular nas áreas da Internet Industrial das Coisas, da segurança bancária e de banco remoto, bem como no setor da eliminação e reciclagem de resíduos.

Grandes empresas internacionais vêm juntar-se à dinâmica de inovação de Skolkovo

Muitas grandes empresas também abriram seus próprios centros de pesquisa na área do Centro de Inovação de Skolkovo. Tais empresas incluem a Boeing, a Enel, a Huawei, a Hyundai, a Koninklijke Philips, a Nokia, a Orange Business Services, a Panasonic, a Syngenta e a Telnet, entre outras. Esses centros de pesquisa estão enriquecendo a atividade inovadora em Skolkovo, ajudando a criar um ambiente favorável e uma concentração de capital intelectual. Estes são fatores importantes na criação de condições para que a pesquisa científica e a colaboração empresarial possam decolar.

Skoltech: promovendo a ciência, a tecnologia e o empreendedorismo

O campus de Skolkovo também inclui o Instituto de Ciência e Tecnologia de Skolkovo (Skoltech). Fundado há menos de dez anos, o Skoltech oferece uma gama de cursos de mestrado e outros programas de pós-graduação.

Desde o início, o Skoltech reuniu educação, ciência e atividades empresariais num mesmo âmbito. Os seus cursos, ministrados exclusivamente em inglês, são atualmente gratuitos, o que possibilita que estudantes talentosos do mundo inteiro venham fazer seus estudos no Instituto.

(Foto: Cortesia de Vitaly Shustikov, Fundação Skolkovo)

Atualmente, cerca de 1.100 alunos estão matriculados no Skoltech. Os estudantes estrangeiros representam mais de 20 por cento da população estudantil. A maioria dos estudantes do Skoltech são jovens maduros que decidiram dedicar suas vidas à ciência e ao empreendedorismo tecnológico. Cerca de 40% dos alunos matriculados estão seguindo programas de pós-graduação.

O Skoltech também emprega cerca de 200 professores, dos quais perto de 30% são de outros países. Outros 30% são cidadãos russos que, tendo passado 10 ou 20 anos no exterior, voltaram a trabalhar na Rússia e no Skoltech, em particular.

O Skoltech abriga mais de 20 centros científicos e laboratórios. Todos os professores e estudantes do Instituto envolvidos em programas educacionais também são funcionários desses centros. Muitos dos centros trabalham com a indústria e vários laboratórios industriais foram criados em conjunto com empresas estrangeiras, incluindo a Huawei e a Oerlikon.

Comercialização do conhecimento científico: uma prioridade

A criação de um sistema eficaz para a comercialização do conhecimento científico também é uma prioridade para os professores e estudantes do Skoltech. Cerca de 70 empresas que foram desmembradas do Skoltech tornaram-se residentes do Parque Tecnológico de Skolkovo.

Nos últimos dois anos, as startups Skolkovo como um todo atraíram investimentos anuais de cerca de 200 milhões de dólares.

No ano passado, o Instituto Skoltech foi a única universidade da Federação da Rússia a figurar entre as 100 melhores universidades jovens do Nature Index 2019. Em termos do número de publicações de periódicos por professor, o Skoltech está em pé de igualdade com as três melhores universidades jovens no ranking do Nature Index de 2019, que são: Nanjing Technology University (China), Hong Kong University of Science and Technology (SAR de Hong Kong) e o Instituto Coreano de Tecnologias Avançadas (República da Coreia).

Facilitar o acesso ao investimento

Os investidores são mais uma prioridade para o campus de Inovação de Skolkovo. O apetite dos investidores para investir em startups de alta tecnologia na Federação da Rússia continua baixo. No entanto, ao longo dos últimos dois anos, as startups de Skolkovo como um todo atraíram investimentos anuais de cerca de 200 milhões de dólares.

O parque tecnológico Skolkovo é o maior da Europa. Cobrindo uma área de cerca de 100.000 metros quadrados, oferece às empresas residentes um moderno espaço de escritórios, incluindo instalações de trabalho compartilhado, bem como laboratórios equipados para prototipagem rápida e testes de novos desenvolvimentos tecnológicos. (Foto: Cortesia de Vitaly Shustikov, Fundação Skolkovo)

Enquanto a tendência de investimento evolui numa direção positiva, a Fundação Skolkovo reconhece que ainda há grande margem para melhorias. É por isso que a Fundação está trabalhando ativamente com fundos de capital de risco e business angels (empresas investidoras informais) para impulsionar o ambiente de investimento para startups de Skolkovo. A Fundação também oferece mentoria e outros serviços de incubação de negócios para apoiar o desenvolvimento de startups de Skolkovo e permitir-lhes lançar o seu trabalho de forma eficaz para investidores russos e estrangeiros. 

A PI e o Centro de Propriedade Intelectual de Skolkovo

O surgimento de novas tecnologias suscita inevitavelmente questões relacionadas com a PI: Em primeiro lugar, em termos de proteção dessas tecnologias com direitos de propriedade intelectual, incluindo patentes, e em segundo lugar, no que se refere a fusões e aquisições, que normalmente envolvem o intercâmbio de participações comerciais valiosas, incluindo ativos de PI.

A PI é o ativo mais valioso de uma startup, particularmente nos estágios iniciais de seu desenvolvimento. É por isso que é tão importante garantir que a startup tenha uma estratégia de PI eficaz que apoie seus objetivos de desenvolvimento de negócios. Reconhecendo a importância crucial de aconselhar e apoiar startups em questões relacionadas à PI, uma das primeiras ações da Fundação foi criar o Centro de Propriedade Intelectual.

Nossa ambição é que o modelo Skolkovo seja replicado em toda a Federação da Rússia e para além desta, e que nosso campus se torne um ímã para talentos de todo o mundo.

Os serviços de patentes do Centro estão agora disponíveis para os residentes de Skolkovo em condições de mercado, embora alguns dos custos associados possam ser recuperados, pelo menos em parte, através de vários programas de subsídios.

As patentes obtidas por residentes de Skolkovo com a ajuda dos advogados de patentes do Centro de PI de Skolkovo são regularmente incluídas entre as 100 melhores invenções na Rússia e estão altamente classificadas em exposições internacionais.

O Centro é um dos principais fornecedores de serviços de patentes na Federação da Rússia. O número de pedidos de patentes internacionais depositados ao abrigo do PCT pelo Centro de PI de Skolkovo em nome dos residentes de Skolkovo, ou empresas com uma conexão com Skolkovo, são responsáveis por cerca de 14,5 por cento de todos esses pedidos apresentados por candidatos da Federação da Rússia.

A Fundação Skolkovo trabalha em estreita colaboração com a OMPI. Na verdade, o Escritório Russo da OMPI, o único Escritório Externo da OMPI na Europa Oriental, está localizado na área do Centro de Inovação de Skolkovo. A cada ano, Skolkovo e a OMPI coorganizam a Academia de PI, a maior conferência educacional sobre PI na região, reunindo mais de mil participantes de toda a Rússia e de países vizinhos.

Moldando a legislação nacional de PI para o futuro

A nível nacional, a Fundação Skolkovo desempenha um papel significativo na elaboração e no avanço das alterações à legislação sobre PI. Os desenvolvimentos tecnológicos têm superado as mudanças legislativas a um ritmo rápido. Os novos fenômenos exigem a clarificação da terminologia jurídica e a regulação de novos modelos de relações sociais e empresariais.

Ao abordar essas questões, a Fundação tem contribuído para elaborar leis que buscam uma melhor regulação do registro e da venda de programas de computador e as relações entre cotitulares de direitos de PI. Também tem examinado a possibilidade de usar a tecnologia blockchain para registrar e gravar direitos de PI. A Fundação também tem contribuído diretamente para a elaboração de uma lei sobre sandboxes regulatórios: regimes jurídicos experimentais para drones, telemedicina, etc. Essa lei foi adotada pelo Parlamento russo na sua primeira leitura e prevê-se que esses regimes jurídicos experimentais sejam estabelecidos em Skolkovo num futuro próximo.

Inteligência artificial e big data

Nos últimos anos, grandes avanços tecnológicos no setor de tecnologia da informação deram origem a amplas discussões, inclusive a nível internacional, sobre o impacto das tecnologias de inteligência artificial e processamento de big data na política e prática da PI. A Fundação Skolkovo está pronta para trabalhar com a OMPI e a comunidade internacional de PI para desenvolver melhores práticas e abordagens comuns para garantir que o sistema de PI continue a servir como um mecanismo de incentivo eficaz para promover a inovação e a criatividade no ambiente digital.

As patentes obtidas pelos residentes de Skolkovo com a ajuda dos advogados de patentes do Centro de PI de Skolkovo são regularmente incluídas entre as 100 melhores invenções na Rússia e estão altamente classificadas em exposições internacionais.

Embora muito tenha sido realizado ao longo da última década, ainda há muito a alcançar. A Fundação já está implementando a expansão em larga escala do campus de Skolkovo para fortalecer ainda mais este ecossistema de inovação dinâmica. Nos próximos cinco a sete anos, prevemos um aumento de quatro vezes no número de residentes de Skolkovo. Também esperamos que duas grandes empresas de tecnologia, a Sberbank, empresa estatal de serviços bancários e financeiros, e a Yandex, empresa de tecnologia russa, por um lado, e o principal motor de busca na web do país, por outro lado, construam grandes campi em Skolkovo.

Nossa ambição é que o modelo Skolkovo seja replicado em toda a Federação da Rússia e para além desta, e que nosso campus se torne um ímã para talentos de todo o mundo. Esse será o nosso enfoque na próxima década.

A Revista da OMPI destina-se a contribuir para o aumento da compreensão do público da propriedade intelectual e do trabalho da OMPI; não é um documento oficial da OMPI. As designações utilizadas e a apresentação de material em toda esta publicação não implicam a expressão de qualquer opinião da parte da OMPI sobre o estatuto jurídico de qualquer país, território, ou área ou as suas autoridades, ou sobre a delimitação das suas fronteiras ou limites. Esta publicação não tem a intenção de refletir as opiniões dos Estados Membros ou da Secretaria da OMPI. A menção de companhias específicas ou de produtos de fabricantes não implica que sejam aprovados ou recomendados pela OMPI de preferência a outros de semelhante natureza que não são mencionados.