SimplyGood: limpar a casa e o planeta

Jeremy Lee, fundador da SimplyGood, percebeu que era preciso fazer alguma coisa para eliminar o uso de produtos de limpeza acondicionados em embalagens descartáveis de plástico, muito populares em Singapura. Assim sendo, sua empresa passou a fabricar produtos de limpeza doméstica na forma de tabletes solúveis, inteiramente à base de ingredientes vegetais. Com seus produtos sustentáveis, a SimplyGood pretende revolucionar os métodos de limpeza tradicionalmente usados no país.

A SimplyGood, fundada por Jeremy Lee em 2021,
é uma marca de produtos disponíveis no varejo que
vem revolucionando a forma como são usados os
produtos de limpeza doméstica e de higiene
pessoal em Singapura.
(Foto: Cortesia da SimplyGood)

Segundo o Banco Mundial, os resíduos de plástico respondem por 12% do volume total de lixo sólido do planeta, e a previsão é que essa porcentagem cresça ainda mais até 2050. Só em Singapura, foram produzidas cerca de 866 mil toneladas de resíduos plásticos em 2020. Com a eliminação de frascos de plástico descartáveis, Jeremy Lee deseja ajudar os consumidores a reduzir o volume de resíduos produzidos pelas famílias, diminuindo assim a pegada de carbono doméstica.

“Criei a SimplyGood com o objetivo de oferecer uma alternativa aos métodos tradicionais de fabricação de produtos de limpeza”, explica Jeremy. Sua empresa vem fabricando produtos de limpeza doméstica na forma de tabletes solúveis, inteiramente à base de ingredientes vegetais e comercializados em embalagens compostáveis. Para ativar o tablete, basta colocá-lo num frasco de plástico reutilizável e adicionar água. Dois tabletes produzem 500 ml de solução de limpeza. O produto está disponível em diversas opções: banheiro, cozinha, janelas e outras superfícies de vidro ou de qualquer outro material. Os tabletes são comercializados em embalagens leves que não contêm plástico, o que reduz o consumo de combustível e de emissões de carbono durante o transporte. A SimplyGood registrou a patente dos tabletes solúveis, que são 300 vezes mais leves e 200 vezes menores do que os produtos de limpeza líquidos geralmente vendidos nos supermercados.

A startup criada por Jeremy espera que os tabletes desidratados diminuam em até 90% o volume de embalagens de plástico, contribuindo também para o controle das emissões de carbono mediante a redução do volume e do peso das mercadorias transportadas. “Nosso modelo de negócios é circular – portanto, é bom para o bolso do consumidor e é bom para o planeta”, explica Jeremy.

O desafio das embalagens de plástico descartáveis

Os tabletes produzidos pela SimplyGood diminuem o uso de plásticos descartáveis em casa e reduzem a emissão de carbono, contribuindo para a preservação do planeta. (Foto: Cortesia da SimplyGood)

O que levou Jeremy Lee a querer desenvolver um produto ecológico foi perceber o grande desafio que é o descarte das embalagens de produtos usados na faxina doméstica.

Geralmente disponíveis na forma de líquidos que limpam e desinfetam, esses produtos costumam ser vendidos em frascos de plástico descartáveis. O problema é que esses recipientes são raramente reciclados, criando uma séria ameaça para o meio ambiente e o ecossistema marinho. "Na maioria das vezes, as soluções de limpeza contêm mais de 96% de água e são acondicionadas em frascos de plástico descartáveis. Quando o produto acaba, simplesmente jogamos fora a embalagem”, explica Jeremy.

Depois de um ano de pesquisas para chegar à fórmula definitiva dos tabletes e testá-la a fim de verificar sua eficácia como produto de limpeza doméstica, a SimplyGood desenvolveu uma solução desidratada com potencial revolucionário. Os tabletes de limpeza idealizados pela SimplyGood seguem um modelo totalmente oposto ao das fórmulas tradicionais à base de água, eliminando, portanto, a necessidade de transporte de líquidos, o que reduz a emissão de carbono na atmosfera.

Vídeo: A SimplyGood foi uma das vinte finalistas do primeiro Concurso de Vídeo para Jovens do Dia Mundial da Propriedade Intelectual. Clique aqui para saber mais sobre a criativa solução em forma de tabletes de limpeza desenvolvida por essa startup.

A propriedade intelectual por trás dos tabletes de limpeza

Como jovem empreendedor à frente de uma startup inovadora, considero importante começar a investir no desenvolvimento e na proteção dos direitos de propriedade intelectual o mais cedo possível, a fim de construir um diferencial competitivo.

Jeremy Lee, fundador da SimplyGood.

Jeremy está plenamente convencido de que uma visão criativa e inovadora aliada à proteção dos direitos de propriedade intelectual (PI) constituirão um precioso suporte para seus ambiciosos projetos de construir um futuro melhor.

A SimplyGood é uma das primeiras empresas da região a oferecer uma solução de limpeza inovadora e ecológica, cuja propriedade intelectual Jeremy Lee fez questão de proteger. “Como jovem empreendedor à frente de uma startup inovadora, considero importante começar a investir no desenvolvimento e na proteção dos direitos de propriedade intelectual o mais cedo possível, a fim de construir um diferencial competitivo”, explica ele.

Jeremy Lee entrou para a Galeria de Jovens do Dia Mundial da Propriedade Intelectual.